Pesquisa
Inicio / Incontinência Urinária
Incontinência Urinária
Onde Estamos
Rua Mãe de Água, nº 15A
1250-154 Lisboa

De 2ª a 6ª das 9h as 18h
Clique para aumentar »
A Incontinência Urinária é caracterizada por perdas de urina involuntárias que se apresentam de forma muito diversificada. Podem ser fugas muito ligeiras e ocasionais ou perdas mais graves e regulares. Afeta cerca de 20% da população acima dos 40 anos, o que significa que 1 em cada 5 mulheres sofre desta patologia.

A Incontinência Urinária não é uma doença fatal, mas tem um impacto significativo na qualidade de vida da mulher, pois para além de ser um problema de saúde física, tem repercussões a nível psicológico, familiar/casal, laboral e social.

A correção cirúrgica constitui, nos dias de hoje, o tratamento de primeira linha para as pessoas com Incontinência Urinária de Esforço (IUE), tratando-se de uma cirurgia minimamente invasiva, que pode ser realizada em ambulatório.

A cirurgia tem um papel muito importante não apenas pela sua elevada eficácia, mas também pela sua simplicidade de execução com mínimos efeitos indesejáveis para a doente. As técnicas cirúrgicas de eleição atualmente passam pela colocação de fitas de material sintético (mini-sling) sob a uretra, por meio de uma abordagem vaginal, com uma pequena incisão de um a dois centímetros, de modo a reforçar pavimento pélvico.

A intervenção é feita sob anestesia local e durará cerca de 30 minutos. Irá permanecer na Clínica aproximadamente 2 horas. O pós-operatório é fácil e os resultados são praticamente imediatos.

Após a intervenção a mulher consegue realizar as tarefas diárias habituais, tendo apenas de ter alguns cuidados nas 4 a 6 semanas seguintes, tais como: evitar banhos de imersão, não realizar esforços físicos e não ter relações sexuais.

É uma cirurgia com baixa dor pós-operatória, reduzida taxa de complicações, rápida convalescença e muito eficaz.


Miembros de